Tudo começa no autoconhecimento, em você saber quem você é, reconhecer seus principais defeitos e qualidades, admitir seus maiores sonhos (mesmo que se sinta boba por eles serem grandes demais) e seus piores pesadelos (mesmo que te dê arrepios só de pensar).

      Quando você descobre essas respostas, quando você realmente se conecta com quem você é e com a sua verdadeira essência, você não deixa nada te parar, você não deixa nada te desviar do seu caminho e você reconhece em si mesma a sua maior força e eu juro: essa é uma das melhores sensações que eu já tive!

Já entendeu um pouquinho (bem pouquinho mesmo, a aula que eu preparei sobre isso pra vocês tem mais de 30 minutos e é só a PRIMEIRA aula do tema lá no nosso curso online que será lançado na segunda feira 25/12) sobre a importância do auto conhecimento? Então agora vamos pra maneiras práticas de começar nessa jornada!

Pra começar, sugiro fazer esse teste aqui, você já fará uma mini análise sobre si mesma ao responder as perguntas e descobrirá um pouquinho mais ao analisar o resultado!

Tenha um mini diário pra anotar suas emoções / sensações: sei que pode parecer bobo, mas a escrita é uma ferramenta muito poderosa pro auto conhecimento e desenvolvimento pessoal. Falaremos sobre ela num post futuro.

 Passe tempo com si mesma: como você conhece alguém? Passando tempo com essa pessoa, certo? Fazendo perguntas, questionando, tentando entender, analisando as ações e reações da pessoa, o que gosta e o que não gosta e o motivo pra essas coisas. Então não seria diferente com você, não é mesmo? Passe tempo de qualidade com si mesma, sem netflix, sem whastapp, sem essas coisinhas que são maravilhosas, mas que não servirão tanto quando o objetivo primário for se conhecer melhor!

Se questione! Ao invés de ficar braba e só dizer que não é seu dia ou algo assim, tente entender de onde está vindo esse seu humor, essas suas reações, a forma como você se sente.. Qual foi o gatilho pra você se sentir assim? A partir de qual momento você ficou super feliz ou começou a chorar? Descobrir essas coisinhas (é um trabalho diário) te ajudam a fazer menos do que te deixa mauzinha e abusar do que te faz feliz.

Essas foram as 5 dicas básicas sobre auto conhecimento e talvez você já soubesse elas de cor, mas pouquíssimas pessoas realmente fazem o que está escrito aqui. Precisamos começar do básico pra construir uma base sólida e ir aumentando o nível, certo? Se comprometa a colocar pelo menos uma coisinha dessas em prática nos próximos dias e observe a diferença começar a acontecer!

Espero que você tenha gostado (não esquece que tem espaço pra deixar seu comentário e/ou perguntar algo, viu?!). Um beijo e até o próximo post!

3 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *